quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Armazenamento refrigerado de ramos porta-borbulhas/garfos para enxertia escalonada em caquizeiro

O caquizeiro é propagado por enxertia e os porta-enxertos são produzidos por sementes. A enxertia é realizada em julho, que coincide com a época de poda dos caquizeiros. Porém, nessa época, muitos porta-enxertos ainda não estão aptos a receberem os enxertos. Nesse sentido, o armazenamento dos ramos porta-borbulhas/garfos seria uma opção. Assim, o presente trabalho teve por objetivo de verificar a viabilidade do armazenamento refrigerado dos ramos porta-borbulhas/garfos e diagnosticar o método de enxertia para promover melhor desenvolvimento do enxerto. A semeadura dos porta-enxertos foi realizada em agosto de 2012 e os ramos foram coletados em julho de 2013. Uma parte dos ramos foi utilizada para a realização da enxertia (métodos de borbulhia e garfagem) em porta-enxertos de um ano de idade e a outra parte foi armazenada sob baixa temperatura (estacas envoltas em papel umedecido, embrulhadas em sacos de polietileno colocadas em câmara fria a 4°C), pelos meses de agosto a dezembro. A cada 30 dias, uma quantidade de ramos foi removida da câmara fria para a realização das enxertias por borbulhia e garfagem e para a quantificação dos açúcares totais e amido dos ramos porta-borbulhas/garfos armazenados. Passados 120 dias da realização das enxertias, foram mensurados o comprimento e diâmetro do broto, número de folhas, porcentagem de brotação, massa seca da parte aérea e das raízes dos enxertos. Conclui-se que não há diferença na brotação dos enxertos para as diferentes épocas, porém, em mudas enxertadas pelo método de garfagem, há maior crescimento quando os garfos são armazenados a frio durante 60 a 120 dias.

Mais informações:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782016000801344&lng=en&nrm=iso&tlng=en






Nenhum comentário:

Postar um comentário